Conheça o cais do sertão museu do Recife

O Museu Cais do Sertão é um pedacinho do sertão nordestino na capital pernambucana, com um grande acervo da cultura sertaneja

O Museu Cais do Sertão, localizado no bairro do Recife Antigo é um pedacinho do sertão nordestino na capital pernambucana. Com um grande acervo da cultura nativa sertaneja, o museu foi inaugurado em abril de 2014 e segue fazendo sucesso entre os conterrâneos e turistas.

De uma beleza típica, o museu já chama atenção na entrada, pela estrutura imponente e cores ocres, fazendo o visitante vislumbrar o que conhece do senso comum sobre o sertão. Antes de entrar de fato no museu, o visitante deve guardar seus pertences na recepção em um guarda-volumes e entrar no espaço livre de pesos.

AAA

bbb

Logo no início, tem a exibição de um curta-metragem sobre o sertão nordestino, que abre as portas para o museu. Mas se você preferir conhecer primeiro o espaço, não se preocupe, a exibição do curta acontece de meia em meia hora. Vale a pena começar por ele (uma dica!).

Em seguida, há todo o interior do museu: um grande espaço cultural cortado por uma réplica do rio São Francisco, com água corrente e peixes (cuidado para não se distrair e cair no rio!).

Réplica do Rio São Francisco, que corta o Museu Cais do Sertão.

Réplicas das roupas usadas pelos sertanejos, principalmente as duas figuras mais conhecidas – os cangaceiros Lampião e Maria Bonita – fazem parte do acervo do museu. Há, também, uma típica casa sertaneja dentro do museu, feita de barro, com utensílios bem conhecidos e comuns para o povo interiorano.

A fé católica também é bem retratada, com imagens de santos e santas, espalhadas pela pequena réplica de dois cômodos. As fotografias, pregadas nas paredes, são também comuns ao povo dessa região.

O único ponto fraco do Cais do Sertão é a falta de acessibilidade para àqueles que possuem alguma limitação física. O acesso ao primeiro andar é feito por escadas, além de que as passagens por cima do mini rio São Francisco, em sua maioria, são compostas por degraus.

Fora isso, o espaço é belíssimo e retrata de maneira fiel o sertão nordestino, com todas suas características visuais, riqueza de cores, e, claro, a música característica do interior nordestino, o forró. A visita é muito válida, tanto para enriquecer o conhecimento quanto para uma simples visita.

Endereço: Av. Alfredo Lisboa, s/n – Recife – PE.
Horários: Terça a Domingo: 11h às 17h; Fechado nas segundas-feiras.
Preços: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada para estudantes e idosos).
Gratuidade: Entrada gratuita para todos, todas as quintas-feiras.

 

Fonte: www.confiramais.com.br