Cultura Pernambucana

Cultura

A localização estratégica de Pernambuco fez do Estado um centro de convergência econômico e cultural. Historicamente, o Estado fez parte da formação da nação brasileira com o ciclo da cana-de-açúcar, cuja produção era escoada pelo Porto do Recife. O Porto, por sua vez, foi um pólo extremamente importante não só para a exportação dos produtos, mas tornou-se uma via expressa de troca de conhecimento e cultura entre o Estado e as outras nações.

Aliado a este intercâmbio econômico e cultural, o Estado sofreu influências das colonizações portuguesa e holandesa, com participações de judeus europeus e, posteriormente ingleses que, aliados aos escravos africanos e aos indígenas nativos transformaram o Estado num grande caldeirão cultural presente na vida cotidiana do povo. Assim, visitar Pernambuco e conhecer sua cultura é uma experiência inesquecível.

Literatura

images

A arte literária em Pernambuco é cantada em verso, prosa e teatro. Deste estado surgiram nomes significativos para este segmento da cultura nacional. Aqui ainda são produzidos os livretos de literatura de cordel. O estilo é remissivo aos trovadores europeus, pois as estórias são contadas em versos populares e eles eram vendidos dependurados em barbantes (cordão). As capas são ilustradas por xilogravuras, estilo de impressão cujo maior representante é o artista J. Borges, natural da cidade de Bezerros, no agreste pernambucano. Alguns nomes importantes da literatura pernambucana são João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freyre, Ariano Suassuna (o mais pernambucano dos paraibanos), Ascenço Ferreira, Manuel Bandeira e Joaquim Cardozo.

Teatro

flicts-a-historia-de-uma-co

Pernambuco também possui uma forte ligação com o teatro. É no Estado que está localizado o teatro mais antigo ainda em funcionamento na América Latina, o Teatro Santa Isabel. Inaugurado em maio de 1850, o teatro é fruto de um projeto especialmente elaborado pelo engenheiro francês Louis Vauthier e foi palco não apenas de peças e óperas, mas de fatos importantes da nossa história, como conferências em prol da abolição proferidas por Joaquim Nabuco

O Estado também é detentor do maior teatro ao ar livre do Mundo, em Fazenda Nova , onde atores encenam anualmente a temporada da Paixão de Cristo. A Região Metropolitana do Recife (RMR) também conta com grandes encenações em ambientes abertos ao público. É o caso da Batalha dos Guararapes e a Paixão de Cristo do Recife.

Música

Na música, Pernambuco é representado em suas mais diversas vertentes. Do regional ao internacional, a presença de compositores e cantores pernambucanos é marcada pela miscigenação de diversos povos. Dos negros africanos herdamos o ritmo cadenciado do maracatu, do côco e do samba de roda. Dos índios, a beleza do caboclinho e dos brancos o repente, a cavalhada e as danças de salão, que originaram o forró e o xaxado. Pernambuco é a terra de grandes ícones da música popular brasileira, como o Rei do Baião Luiz Gonzaga, um verdadeiro cronista do modo de viver dos nordestinos. O genial Capiba, autor de frevos imortais, além valsas e modinhas. O tom lúdico do Grupo Armorial idealizado por Ariano Suassuna. O poeta da noite Antônio Maria, a conteporaneidade de Lenine e Alceu Valença e o som renovador do mangue beat, liderado por Chico Science e Nação Zumbi.

Resultado de imagem para musica pernambuco