Museu da Cachaça

Conheça o Museu da Cachaça

A “marvada” como é conhecida por muitos é a segunda bebida mais apreciada pelo brasileiro, perde apenas para a cerveja. Pernambuco tem um dos museus com maior acervo de aguardentes do Brasil. O Museu da Cachaça em Lagoa do Carro, Zona da Mata pernambucana, possui mais de 13 mil marcas de cachaças.

d2ba60516f7b110f5b62343613c94c5f

O museu funciona desde 1998 e hoje é um espaço para o público ver a cultura brasileira através de rótulos. Cerca de 95% do acervo é de cachaça de alambique. Muitas vezes são armazenadas em barris de carvalho, bálsamo e jequitibá, passando a adquirir uma cor mais amarelada pois passam de 2 a 4 anos armazenadas. O acervo conta ainda com a cachaça rosa. que é a “Pinga Gay”, e a azul, que é a “Cura Veado”.

A mais rara delas é a Monjopina, do antigo Engenho Monjope, e é de 1756. Essa é a primeira aguardente industrializada no Brasil.

O museu está aberto ao público de domingo a domingo das 9h às 17h. A taxa de entrada custa R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia).

5d5d686044e223d4486cc28b41f81d79 6f032fec6eba17b5e7263196c6b51f79 8b14e3133541bb1c7e8e4416f2631ef2 8fca96dd4de5b17594c522359929a216 9c04fa420e9b67ffc5709ee8fe5ceeb5 18dd58d252fee7ceaa293d58f5bdccaa 022-2 a4da8a170e37123d80a79e0f3388e44a af6cdc10d4811995b2eb081683e7fb11 d8aea626733fd06c0121de55ed66bc7a

Leave a Comment